DPPC apreende álcool gel e medicamentos comercializados irregularmente

Em dois flagrantes distintos, as equipes recolheram cerca de 170 caixas de remédios e 40 embalagens de álcool gel

A Polícia Civil apreendeu cerca de 40 embalagens com álcool gel e mais 170 de caixas de remédios, que seriam comercializadas irregularmente. As apreensões aconteceram, nesta terça-feira (31), durante a operação “Sycophantia” na Capital.

As atividades de campo foram coordenadas por equipes do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) com o objetivo de fiscalizar o comércio de produtos destinados à proteção individual contra o novo coronavírus.

O primeiro flagrante foi realizado por agentes da 2ª Delegacia de Polícia de Saúde Pública e Investigações Sobre Crimes que envolvem Medicamentos, durante vistoria em uma farmácia, localizada na Avenida Celso Garcia, no Brás.

No local, encontraram em estoque 31 embalagens de álcool gel e três, além de dois galões, com um líquido não especificado. Também foram recolhidas mais de 170 caixas de medicamentos diversos – alguns, inclusive, de uso controlado.

Os produtos apreendidos estavam sem notas fiscais e documentações necessárias para comercialização, infringindo normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O gerente do estabelecimento, de 27 anos, foi preso.

Mais apreensões

Na mesma data, equipes da 2ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Infrações contra o Consumidor se deslocaram até a Avenida Basílio Pereira de Mello, na Vila Dalila, onde detiveram um comerciante, de 69 anos.

O idoso foi surpreendido envazando um produto denominado “Aroma Gel”, destinado a limpeza de superfícies e contendo na sua composição química etanol, em embalagens identificadas como “Álcool Gel”.

O indiciado utilizava embalagens plásticas vazias e produzia rótulos em impressora doméstica, induzindo a erro os consumidores que eram levados a acreditar tratar-se de álcool gel destinado a higienização e assepsia pessoal.

Ao todo, foram apreendidos seis galões e outros seis frascos de diferentes tamanhos aparentando ser álcool gel, além de um frasco com, possivelmente, álcool líquido. As substâncias foram encaminhadas para perícia.

No local, ainda foram apreendidos produtos como desinfetante, querosene, sabão de coco, sabonete líquido, sapólio, cloro gel e líquido, creolina, shampoo com cera automotiva, multiuso, alvejante, água sanitária e vaselina em pasta.

 

Fonte: Matéria extraída na íntegra do site da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo

Link permanente para este artigo: http://www.consegbelavista.com.br/dppc-apreende-alcool-gel-e-medicamentos-comercializados-irregularmente/

Shares